terça-feira, 14 de julho de 2009

Depois da hipo, a hiper!

http://www.fiocruz.br/ccs/media/far_insulina4.jpg

Poxa, eu estava indo tão bem no controle, e embora tenha tido algumas hipoglicemias que voltaram a me dar sustos, poderia dizer que estava indo tudo muito bem, obrigado. Mas ante ontem foi tudo por água á baixo, e a glicemia novamente viu o 2 na frente, krkrrk!!! 275!
Pois é, este foi o número de ante ontem, mas números anteriores já apontavam pra este índice, pois meu pós-almoço estava 180, quando mais tarde fui medir, já marcava 230, e depois esse ai de 275. Mas até então não seria o pior. Ontem já vinha suspeitando de algo de errado comigo, ou a alimentação, ou alguma outra coisa qualquer, pois mesmo comendo pouco, pouquíssimo na verdade, via a glicemia super alta, e o jejum não foi diferente; 181.

É claro que tinha algo de errado, em alguns momentos aplicava a insulina e ficava sem comer, mas o resultado era o mesmo, superior a 200. O pior índice se deu por volta das 9 da noite, após a janta, chegou a marcar 311! Há mais de um mês não chegava a tanto. Não vi outra possibilidade, senão a da insulina não estar mais validada. Peguei outro frasco e apliquei 13U, sendo que já havia aplicado 20U da outra, que acreditava não estar fazendo efeito. Comi 2 fatias de pão de forma, pra não correr o risco de ter uma hipo á noite, devido á dose extra de insulina, e tomei meio copo de leite. Fui dormir triste com os índices, mas ansioso pra saber se seria este o motivo do meu descontrole.

A hora da verdade 1 – Pela manhã tive pressa em saber do jejum. E a resposta do glicosímetro não poderia ser melhor: 51! Ufa!

Ainda tinha dúvidas se o fator hiperglicemia era bem a insulina sem efeito, então fiquei igualmente apreensivo pra saber o número do pós-almoço.

A hora da verdade 2 – Tantananam... 93! Ufa! (2)

Claro que ainda não era a certeza de que todo os números anteriores não se davam pelo simples fato de eu estar comendo muito, embora não estivesse, então ainda tinha que ter mais um número satisfatório, pra me certificar de que tudo voltaria ao normal em meu controle.

A hora da verdade 3 – Todos os dias há um momento em que é realmente muito difícil a glicemia ficar abaixo de 180, que é o horário do pós-café da tarde. Acredito que isto ocorra porque nessa parte do dia a insulina já teve seu pico, e por isso não tem todo o efeito que costuma ter de manhã. Então fui medir esperando por um número um pouco mais preocupante. E não é que pela primeira vez em muuuitos dias eu vi um bom número no meu aparelinho nasse horário? 135! Ufa!! (3)

Pois é, desta vez vou ficar mais atento para os cuidados que devo tomar com a insulina, eu tenho o costume de deixar fora da geladeira antes das aplicações, pra tirar um pouco o gelo, e às vezes até esqueço. Fica 2, 3 horas lá, quando na verdade, não poderia ficar nem 1 hora sem refrigeração depois de já ter ido á geladeira. Galera, se vocês também precisam da insulina em seu dia a dia, fica uma dica: cuidado redobrado com ela, hen!

8 comentários:

Athayde disse...

OI, meu nome Athayde, sou diabético tipo 1 usoi a insulina lantus, que é a melhor, não porque me dizem mas porque ja usei a NPH, era péssima.
queria saber qual insulina voce usa? E se usa alguma de ação rápida.

www.diabeticoluta.blogspot.com

Anderson Gonçalves disse...

Uso a NPH mesmo, e embora, pelo que todos dizem, seja ruim, até que no meu caso ela tem sido bem eficiente, não tanto quanto seria a Lantus, é claro, mas consigo manter a glicemia, pelo menos na maior parte das vezes, abaixo de 140. Ás vezes chega a 160, 170, e outras, cada vez mais raras, passa de 200, porém este índice já tem aparescido pouquíssimas vezes em meu glicosíetro, por isso acredito que a NPH está sendo de bom uso pra mim. E olha que eu como doces particamente todos os dias...

Valeu pela visita amigo, grande abraço!

Lino disse...

Ola,
Sou novo nesta área.
Descobri que tinha diabetes este mes passado depois de ser internado com 490.
Pois bem, agora to cuidando.
Eu gostaria de saber se minha insulina perdeu o efeito após eu ter esquecido ela fora da geladeira por um dia inteiro.
Obrigado

Anderson Gonçalves disse...

Amigo lino, sempre que quiser partilhar experiências, ou simplesmente desabafar, a casa é sua, fique á vontade.

Sobre a insulina, bom, depende muito. Se o frasco tiver lacrado, e se não tiver ido á refrigeração ainda, é muito provável que não, mas se saiu da geladeira, pode sim ter perdido o efeito, mas não necessáriamente, o que prejudica mesmo o efeito do hormônio são as variações constantes de temperatura, que foi exatamente o que aconteceu com minha insulina. Hora colocava na geladeira, hora tirava e deixava fora por um bom tempo. Se você tiver esquecido o dia todo a insulina fora de refrigeração, não a jogue fora, pode ser que não tenha perdido o efeito. Suspenda o uso ao menos que suspeite disto, pois se a glicemia estiver sempre alta, mesmo com dieta regulada e dosagem certa, é bom suspeitar mesmo... Uma dica de conservação do fraco é não deixar na porta da geladeira (ponha na gaveta dos legumes), pois com o abre-fecha constante, há uma oscilação de temperatura grande, que pode prejudicar o efeito. Leia bem a bula da sua insulina, pesquise na net sobre métodos de conservação do frasco, fale com médicos á respeito, isto é de suma importância, pois se vai precisar deste hormônio por todos os teus dias, (não sei se irá, mas...) deverá saber o máximo sobre ela, e como conservá-la.

Espero ter ajudado.
Volte mais vezes!

Obrigado por participar!
Abração!

Anônimo disse...

Oi, meu nome é gilvânia sou diabética há quase 8 anos e sempre me tratei com a NPH,entretanto coloco a mesma sempre na porta da geladeira e nunca tive nenhum problema. Agora te pergunto quando tens qualquer problema que afete o seu fator emocional a sua taxa sobe? Obrigada.

Anderson Gonçalves disse...

Amiga Gilvânia, até agora não constatei nenhuma anormalidade com relação á minha glicemia nos momentos de estresse, mas eu procuro não ficar muito nervoso, ansioso, estressado, estas coisas todas, porque eu sentindo alteração ou não, o stress é cientificamente comproavado como fator de descontrole para nós!

Vem cá, você consegue um bom resultado com a NPH? Dizem que essa insulina é muito ruim, eu utilizo só ela também, e tem vezes que não consigo manter o controle, mas em boa parte das vezes tenho obtido resultados satisfatórios.

Valeu por visitar amiga!
Tenha um ótimo fim de semana pra ti (hoje é sexta)!

Fica na paz!

Fernanda disse...

Anderson e amigos,
A insulina que está em utilização pode ficar fora da geladeira por até 1 mês. Até porque ela deve andar com você por aí, se você estuda ou trabalha, o dia inteiro.
Quando elas estão na geladeira, o ideal é que fiquem na parte debaixo da geladeira, na prateleira acima do corpartimento dos legumes, sabe? Ali, dizem a temperatura é mais constante.
A Gilvânia disse que deixa na porta, mas não é o ideal. Como a porta está sempre abrindo e fechando, a temperatura fica muito inconstante. Mas lembrando: a que está em utilização pode sim ficar fora da geladeira. Mas, é claro, se acontecer algo sem explicação que te deixe com híperes, como aconteceu com você, e não houver nenhum outro motivo, ela deve sim ser trocada.
Bjo

Anderson Gonçalves disse...

Oi Fe, obrigado por tantos comentários!

Pelo que pesquisei á respeito, o ideal seria utilizarmos o isopor com gelo reciclável, que é o que faço para levar comigo quando preciso, talvez realmente não estrague se não tiver guardada neste recipiente, mas prefiro não arriscar, e sempre que tiro da geladeira é só para ir pro isopor, ou para usar. O que é certo, é que a insulina pode perder o efeito com variações constântes de temperatura, por isso acredito que se deixarmos a insulina por um mês fora da geladeira, tem que se esse tempo todo sem ficar nenhum momento sob refrigeração.

Antes de eu saber disso, eu colocava na porta da geladeira, e a insulina sempre ficava ruim antes da hora, mas atualmente guardo ela na gaveta dos legumes.

Abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...